Make your own free website on Tripod.com
Muda da Pena

Artigo publicado em 23/08/2004

A muda da pena, não pode nem deve ser considerada uma doença.

No entanto não deixa de ser uma fase critica para a ave e que se reveste de algum stress para a mesma.

Em situação normal, a muda da pena ocorre durante os meses de Agosto/Setembro e demora cerca de 3/4 semanas até que se possa considerar finalizada. Durante este período as aves não deveriam ser submetidas a situações de stress ou desgaste físico, pois o período da muda é por si só, desgastante e stressante. As aves deverão ser colocadas em gaiolas de maiores dimensões (voadores) para que se possam exercitar.

Ao nível da alimentação, esta deverá ser enriquecida. No mercado, existem complementos vitamínicos especialmente concebidos para estes períodos.

O facto de uma ave que se encontra em muda estar em reprodução, exige um esforço suplementar, que só é suportado quando as aves se encontram em excelentes condições de saúde e são alvo de uma alimentação do mais alto nível. De outra forma, o esforço exigido é tal, que a ave pode eventualmente morrer ou nunca mais ser a mesma.

Tenho referido diversas vezes que um boa alimentação, aliada a bons complementos vitamínicos e o uso de próbioticos, são sem sombra de dúvida a melhor forma de garantir a excelente condição física das aves nos períodos mais críticos e difíceis. Poder-se-á pensar (aqueles que deixam as aves reproduzir em tempo de muda) que não existe qualquer tipo de problema, mas a realidade é bem diferente. Actualmente a consanguinidade é a desculpa para quase todos os erros que se cometem na criação, quando vemos aves "raquíticas" culpamos a consanguinidade, mas por vezes, essas situações são o reflexo de progenitores debilitados que não conseguiram suplementar todas as necessidades das suas crias, porque estavam desgastados, mal alimentados e mal suplementados.

A fase que vai do nascimento de uma cria até aos 6/8 meses é fundamental para o seu desenvolvimento e é nesta fase que tudo se decide. Se uma cria não for bem alimentada nos primeiros dias de vida, certamente que o seu crescimento e desenvolvimento NUNCA será normal. Claro que para que tudo corra da melhor forma, é necessário que os seus progenitores se encontrem nas devidas condições de saúde, caso contrário é um esforço vão.

Paulo_BRO (2004/08/23)

Home Objectivos Actividades Links Provas de admissão Contacte-nos Artigos

Este site foi actualizado pelo última vez em 24/08/04